terça-feira, 25 de agosto de 2015

Biografia




            Resultado de imagem para ESCOLASilvia Carneiro de Oliveira Silvestre, filha de Moisés Carneiro de Oliveira e Marivalda Carneiro de Oliveira, tendo como irmãs Pedra Ilka e Maria Mônica, natural de Jacobina – Bahia, nascida em 16 de Março de 1971 no Hospital Antônio Teixeira. Sua infância até os 06 anos foram vividos no Povoado de Cachoeira Grande, município de Jacobina. Hoje casada com Noelson Silvestre e tem uma filha de 22 anos, Ludmila Carneiro e Luis Miguel Carneiro,6 anos.
            Por seus pais almejarem o melhor em sua vida estudantil, Resultado de imagem para ESCOLAaos 9 anos fora estudar a 3ª série primária em Jacobina, no ano de 1980 na casa da sua tia Elizabete Carneiro. Em 1981, chega a Várzea Nova, mora com sua avó materna Cidelcina Maria e continua seus estudos na 4ª série com a Profª Dalvani Fraga. Em 1982 ingressa-se no Colégio João de Souza Oliveira, onde em 1989 conclui o Ensino Médio, formação profissional em magistério, realização de um dos seus tantos sonhos que ainda iriam ser conquistados. Neste mesmo ano casou-se.
            A carreira profissional de Silvia começou no Supermercado União como empacotadora aos dias de sábado, logo em seguida foi trabalhar na Casa Amarela como vendedora, tudo começou com esta primeira experiência. Só que sua maior paixão era e é o magistério.
            Ao iniciar em Magistério, teve o privilégio de trabalhar com Educação Infantil na Escola Favo de Mel da querida e inesquecível Profª Jenivalda Luiza, sua primeira experiência em educação, com esta chegou a comprovação de fato do que queria ser profissionalmente.Resultado de imagem para ESCOLA
            Só em 1997, ingressa na carreira docente, dando aulas de Educação Artística e Ciências Naturais de 5º a 8ª no C.E.J.S.O, efetivando-se como professora em 1998, através de concurso público.
            De 1997 a 2008, trabalhou como docente sempre no CEJSO, durante estes anos de experiências as séries trabalhadas foram: 5º ao 9º ano com as disciplinas de Educação Artística e Ciências Naturais, e Ensino Médio – Formação Geral e Magistério – com as disciplinas de Biologia e Metodologia das Ciências Naturais, e coordenação de Estágio em Magistério. Durante este período fez o curso de cabeleireiro na Escola de Similares Iracy Machado em Salvador, exerce esta profissão há 15 anos.
            Como acredita que “A leitura é o transporte para quem não pode pegar o avião, trem ou ônibus”, seus livros é o seu maior passaporte, chamego e herança. As leituras que mais gosta de fazer é sobre Pedagogia. Também ler livros como “O caçador de pipas (romance); Histórias de quem gosta de ensinar de Rubem Alves (escritor favorito); Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire; A pedagogia do sucesso de João Batista Araújo e Oliveira; O primeiro beijo de Eli Torres; O livro do adolescente de Liliane e Michele Iacocca; 200 crônicas escolhidas de Rubem Braga; A prática educativa de Antoni Zabala; 10 competências para ensinar; Agir na urgência, decidir na incerteza de Philippe Perrenoud; Uma professora muito maluquinha e vovó delícia de Ziraldo; Avaliação: uma prática em busca de novos sentidos de Maria Tereza Esteban; Planejamento participativo na Escola; Ciências: Fácil ou difícil? De Nélio Bizzo; Boniteza de um Sonho; Ensinar – e – Aprender de Moacir Gadotti; Ler e escrever na escola o real; O possível e o necessário de Délia Lerner; O professor como educador de Antônio Carlos Gomes da Costa e tantos outros já lidos.
            Que estou lendo: Resultado de imagem para ESCOLA''TUDO'' Relacionado a INCLUSÃO e PSICOPEDAGOGIA,li,e releio quando necessário;A escola não é circo, professor não é palhaço, intencionalidade e educação de Lilian Lima; Mulheres que mudaram o mundo, de Gabriel Chalita; Cosmetologia, Biologia geral e da pele de Gerard Peyrefitte; A origem das espécies de Charles Darwin; O mestre inesquecível de Augusto Curi e Dinâmicas de Leitura para sala de aula de Mary Rangel. Sou assinante das revistas Saúde, Nova Escola e Mundo Jovem e leitora assídua da revista Pátio. Meu maior hobby é ler, nadar e dançar. Como puderam perceber, o gosto pela leitura diversificada faz parte da profissão de professora/cabeleireira.
            Escolher a profissão de professor não é escolher uma profissão qualquer. Na maioria das vezes essa escolha se dá por intuição. A de Sílvia deu-se por vocação. Assim, a formação continuada é sua busca constante e permanente.
            Apresentamos agora os cursos de aperfeiçoamentos realizados e atuações profissionais.Resultado de imagem para ESCOLA
·         Curso de estudos adicionais em Ciências Naturais do 6º ao 9º ano;
·         Curso de aperfeiçoamento em Biologia;
·         Curso de aperfeiçoamento em Metodologia das Ciências Naturais;
·         Curso de aperfeiçoamento PROFA;
·         Curso de aperfeiçoamento PCN em AÇÃO;
·         Curso de aperfeiçoamento fluxo escolar;
·         Curso de aperfeiçoamento avaliação da aprendizagem;
·         Curso de aperfeiçoamento pró-letramento de Matemática;
·         Curso de aperfeiçoamento pró-letramento de linguagem;
·         Curso de aperfeiçoamento para professores alfabetizadores AJA Bahia;
·         Curso de aperfeiçoamento para monitores;
·         Curso de aperfeiçoamento agente jovem;
·         Curso de formação continuada – Chapada;
·         Curso de formação continuada – IMAP;
·         Curso de formação continuada em Educação inclusiva;
·         Curso de extensão de atualização em Língua Portuguesa;
·         Curso de extensão Prevenção do uso de drogas;
·         Curso de Cabeleireiro completo;https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcREcfqwDm-zZw_FbFQn1bMILmwRjcTfvOrWa5ftTuUIDWJopQRmTw
·         Curso de Depilação;
·         Curso de Estética (limpeza da pele);
·         Curso de terapia Capilar;
·         Jornada Cultural e Científica da FTC;
·         Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica;
·         Seminário de Educação Inclusiva;
·         Seminário de Meio Ambiente;
·         Seminário sobre Reciclagem;
·         Seminário de Matemática;
     Graduação em Biologia;
Curso de Extensão em Educação Especial; 
Especialista em Educação Especial;
Psicopedagoga.
Resultado de imagem para ESCOLA
 Pós graduação em Educação Inclusiva e Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Fapex/FACINTER;
Atuação:
·         Docência na Educação Infantil, Ensino Fundamental 1 e 2 e Ensino Médio;
·         Monitora do PETI;
·         Formadora de professores do Curso PCN em AÇÃO;
·         Formadora de professores do Curso PROFA;
·         Formadora de professores do Curso Chapada;
·         Coordenadora do programa PETI;
·         Coordenadora do programa AJA Bahia;
·         Coordenadora do programa Agente Jovem;
·         Coordenadora de Estágio Supervisionado em Magistério;
·         Coordenadora “Pedagógica” de professores do Ensino Fundamental 1 e 2;
·         Coordenadora do projeto mala de Leitura;
Vice direção escolar;
Psicopedagoga.
Resultado de imagem para ESCOLA

Como sonhar é algo que deve fazer parte da vida de todo ser humano, sonhar é estabelecer metas, é um evento que nos permeia do amanhecer ao anoitecer. Assim, em 2008 especificamente em 28 de abril, um outro sonho é concretizado, a sua formação academia em Biologia pela FTC EaD (Faculdade de Ciências e Tecnologias, Ensino a Distância, UP de Jacobina Bahia.Em 2009/2010 realiza mais uma conquista conclui as especializações em Psicopedagogia e Educação Especial,


quinta-feira, 13 de agosto de 2015

PRTOJETO BRINCANDO COM CORES & FORMAS Atendimento Educacional Especializado (AEE)


 https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRGieHJ4Gw0wTFohJIqilpGDb3CCra4JtnkDJMGypZKk-HACsvePAOrganização: professoras do AEE: Cássia, Izaneide, Jilvani e Sílvia.
Várzea Nova- AEE- 2015




Projeto Brincando com Cores e Formas

 Resultado de imagem para cores e formas
JUSTIFICATIVA:

Este projeto visa o desenvolvimento dos conteúdos específicos do Atendimento Educacional Especializado (AEE), trabalhando os processos mentais superiores, comunicação alternativa e aumentativa, e tecnologia assistiva, LIBRAS e Braile,  de forma lúdica e diversificada,  servindo –se das técnicas de pinturas dos artistas Romero Brito e Jackson Pollock, assim como outras técnicas de pintura, proporcionando  aos alunos publico alvo do AEE  o manuseio de diverso materiais, utilizado no universo das cores e formas relacionando - os com objetos do cotidiano e presentes na natureza.

OBJETIVOS:

·         Conhecer a vida, obras e estilo de Romero Brito e Johan Pollock (expressionismo abstrato).
·          Criar obras próprias seguindo o estilo do artista com diferentes materiais e inserir a criação em objetos. (Releitura). 
·         Conhecer e nomear cores e formas. 
·          Aprender a usar as cores. 
·          Reproduzir cores e formas. 
·          Ampliar vocabulário. 
·          Reconhecer existência de formas e cores do mundo. 
·          Utilizar diversos materiais plásticos para ampliar suas possibilidades de
expressão. 
·         Apreciar as artes visuais. 
·         Servir-se das tecnologias Assistiva de baixa e alta tecnologia para o desenvolvimento pessoal e escolar do aluno;
·         Utilizar a comunicação alternativa e ou aumentativa para expressar-se e ser compreendido dentro do contexto familiar, escolar e social.

OBJETIVO DAS PROFESSORAS:
 PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL.
·                    Realizar atividades que estimulem o desenvolvimento dos processos mentais: atenção, percepção, memória, raciocínio, imaginação, criatividade, linguagem, entre outros;
·         Proporcionar ao aluno o conhecimento de seu corpo, levando-o a usá-lo como instrumento de expressão consciente na busca de sua independência e na satisfação de suas necessidades;
·         Fortalecer a autonomia dos alunos para decidir, opinar, escolher e tomar iniciativas, a partir de suas necessidades e motivações;
·         Preparar materiais e atividades específicas para o desenvolvimento da aprendizagem dos alunos.

ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL/BAIXA VISÃO.

·         Promover e apoiar a alfabetização e o aprendizado pelo Sistema Braille;
·         Realizar adaptação de materiais  didáticos para uso de alunos cegos;
·         Promover a utilização de recursos ópticos, (lupas manuais e eletrônicas)  e não ópticos, (cadernos de pauta ampliada, iluminação, lápis e canetas  adequadas);
·         Adaptar material em caracteres ampliados para uso de alunos com  baixa visão, além de disponibilizar outros materiais didáticos;
·         Desenvolver técnicas e vivências de orientação e mobilidade e atividades  da vida diária para autonomia e independência;
·         Promover adequações necessárias para o uso de tecnologias de  informação e comunicação.

ALUNOS COM DEFICIÊNCIA FÍSICA.

·     Orientar o professor da classe comum sobre estratégias que favoreçam autonomia e envolvimento do aluno em todas as atividades propostas ao grupo;
·     Operacionalizar as complementações curriculares específicas necessárias à educação dos alunos com deficiência física no que se refere ao manejo de materiais adaptados e à escrita alternativa, (quando necessário), às vivências de mobilidade e acesso a todos os espaços da escola e atividades da vida diária, que envolvam a rotina escolar, dentre outras;
·     Introduzir o aluno no aprendizado da informática acessível, identificando qual o melhor recurso de tecnologia assistiva que atende às suas necessidades, considerando a sua habilidade física e sensorial atual, e capacitá-lo para o uso independente do computador;
·     Promover a inserção dos recursos de tecnologias de informação e comunicação no espaço da sala de aula;
·       Realizar adequação de material didático pedagógico para atender as necessidades dos alunos.
·      Garantir o suprimento de material específico de Comunicação Aumentativa e Alternativa (pranchas, cartões de comunicação, vocalizadores e outros), que atendam a necessidade comunicativa do aluno no espaço escolar;
·       Adaptar material pedagógico (jogos e livros de histórias) com a simbologia gráfica e construir pranchas de comunicação temáticas para cada atividade, com objetivo de proporcionar a apropriação e o aprendizado do uso do recurso de comunicação e a ampliação de vocabulário de símbolos gráficos;
·       Identificar o melhor recurso de tecnologia assistiva que atenda as necessidades dos alunos, de acordo com sua habilidade física e sensorial atual, e promova sua aprendizagem por meio da informática acessível;
·       Habilitar os alunos para o uso de "softwares" específicos de Comunicação Aumentativa e Alternativa, utilizando o computador como ferramenta de voz, a fim de lhes proporcionar expressão comunicativa;
·      Ampliar o repertório comunicativo do aluno, por meio das atividades curriculares e de vida diária;

ALUNOS COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA.

·         Promover o aprendizado da Libras para o aluno que optar pelo seu uso;
·         Utilizar as tecnologias de informação e comunicação para a aprendizagem da Libras e da Língua Portuguesa;
·         Desenvolver a Libras como atividade pedagógica, instrumental, dialógica e de conversação;
·         Promover a aprendizagem da Língua Portuguesa para alunos surdos, como segunda língua, de forma instrumental, dialógica e de conversação;
·         Aprofundar os estudos relativos à disciplina de Língua Portuguesa, principalmente na modalidade escrita;
·         Produzir materiais bilíngües, (Libras-Português-Libras);

ESCOLAS  CONTEMPLADAS:

·         Centro Educacional João de Souza Oliveira;
·         Complexo Escolar Reginaldo Silva Macedo;
·         Creche Municipal Pequeno Príncipe;
·         Escola Aderbal César de Oliveira;
·         Norma Luiza Gonçalves de Medeiros.
     
PÚBLICO-ALVO:
Alunos com deficiência física, deficiência intelectual, transtorno global do desenvolvimento, deficiências múltiplas e deficiência visual.

CONTEÚDOS ESPECÍFICOS:
·         Tecnologia Assistiva;
·         Comunicação Alternativa aumentativa
·         Autonomia no ambiente escolar
·         Libras
·         Braile
·         Desenvolvimento dos processos mentais
·         Língua Portuguesa na modalidade escrita
·         Orientação e mobilidade
·         Uso de recursos ópticos e não ópticos.

CONTEÚDOS ENVOLVIDOS:
·         Johan Pollock e Romero Brito – vida, obras e estilo.
·          Leitura formal, interpretativa e releitura de obra de arte.
·         Linhas, formas, cores, composição, sobreposição, textura, harmonia, etc.
·         Cores primárias e secundárias.

METODOLOGIA:
O projeto será desenvolvido em sete etapas, cada uma envolvendo temas diferentes relacionados às cores e formas.  A saber:
1ª etapa: Diagnóstico inicial.
 2ª etapa: Aprendendo as cores
3ª etapa:   Aprendendo as formas
4ª etapa: Conhecendo  a arte de Romero Britto
5ª etapa: Aprendendo sobre  Jackson Pollok
  etapa:. Organização dos materiais para exposição
7ª etapa: Culminância do projeto - Exposição  de artes
Os atendimentos serão desenvolvidos de forma individualizada ou em duplas servindo-se de poemas, músicas, histórias, vídeos, jogos didáticos, jogos online, atividades impressas, atividades práticas de pintura, recorte e colagem, dobraduras etc. com o intuito de desenvolver os conteúdos específicos de forma lúdica e prazerosa. Os horários e dias de atendimentos dos alunos variam por escola, não ultrapassando as 2h diárias conforme as regras do AEE.



Resultado de imagem para jackson pollock

DESENVOLVIMENTO DOS TRABALHOS:

1ª Etapa: Diagnóstico inicial.
·        Identificação e listagem das cores existentes no ambiente escolar.
Solicitar ao aluno que observem todo o ambiente da SRM, bem como no espaço escolar e vá falando o nome das cores existentes. Enquanto isso a professora será escriba; de volta a SRM a professora irá ditar o que foi escrito para ser digitado pelo aluno em forma de lista o nome dos objetos e as cores observadas.  
·        Jogo de sequenciação lógica com formas geométricas. (Online)
Colocar um jogo de sequenciação lógica no site
·        Seleção e classificação por formas e cores
Expor para o aluno os blocos lógicos e solicitar que o mesmo pegue a forma indicada pelo professor. Em seguida irá nomear as cores.
Solicitar que o aluno crie objetos com os blocos lógicos
·        Pintura orientada ( lápis de cor, giz de cera ou tinta)
      Entregar ao aluno um desenho impresso com indicação de cores por meio de legenda.
Recursos:
Folha de oficio, lápis de cor, giz de cera, tinta guache, pincel, computador com internet, blocos lógicos, EVA.
2ª Etapa: Aprendendo as Cores Resultado de imagem para projeto cores
·        Assistir ao vídeo “Timothy vai à escola- Episódio: Pintando o sete”.
·        Em seguida trabalhar com os alunos o nome das cores primárias e solicitar que façam uma pintura usando apenas as três cores. E, por meio da mistura destas descobrir outras cores.
·        Realizar jogos online sobre as cores.
Colorir online
Jogo de identificação de cores
Jogo “Formar cores”
Jogo cores para os alunos menores e com PC
·         Utilizar músicas sobre as cores
Passar vídeo com a música “Arco-iris “ da Xuxa. ( Para os alunos que ainda não conhece as cores).   https://www.youtube.com/watch?v=UN_-EezqIb4
    Vídeo com a música: Xuxa - Misturando as cores / Onde estão as cores?

          https://www.youtube.com/watch?v=uoA3OB35EjY ( para os alunos que  já conhecem as cores primárias.)Resultado de imagem para atividades de artes com jackson pollock
Para trabalhar  a cor amarela  https://www.youtube.com/watch?v=59GM_xjPhco
Para trabalhar várias cores https://www.youtube.com/watch?v=yE4a9xJlqAY
·         Cantar a música com os alunos e desenvolver atividade de relacionar as cores das casas com os animais correspondentes. Com alguns alunos será necessário trabalhar uma cor de cada vez, para esses usar o vídeo com a música específica da cor a ser  trabalhada.
·         Entregar ao aluno uma atividade impressa para trabalhar a mistura das cores.
Para os alunos menores realizar atividades de relacionar as cores ligando-as.
·         Fazer a leitura do livro “ Bom dia, todas as cores!” de Ruth Rocha.
Questionar aos alunos o nome das cores citadas no livro.
Listar o nome das cores no quadro branco ( professor escriba).
Fazer a leitura dos nomes e explorá-los quanto à quantidade de letras, letra inicial e final, sílabas etc.
·         Passar um vídeo com música sobre as cores.
·        Trabalhar a leitura e escrita do nome das cores primárias e secundárias.
Associar o nome com a cor;
Selecionar objetos por cores;
Separar as sílabas;
Trabalhar as famílias de sílabas      de cada cor;
Criar novas palavras com as sílabas trabalhadas.
·        Trabalhar com o poema “As borboletas” de Venicius de Morais.
Apresentar cartaz com o poema; localizar as cores no poema; 
Realizar atividades impressas sobre o poema; Resultado de imagem para atividades de artes com jackson pollock
                              
Confeccionar borboletas com papel crepom ou papel dupla face e montar um painel.
    
·                    Passar o vídeo com a música “Aquarela” de Vinícius de Morais.
Entregar música escrita para os alunos;
Pedir para os alunos localizar o nome das cores no texto;
Solicitar que ilustrem o texto conforme a música, (para isso a professora fará a leitura de cada estrofe para que o aluno possa ir ilustrando.)
OBS: No caso dos alunos que necessitam de comunicação alternativa, elaborar um cartaz com as três primeiras estrofes. A professora deverá criar no boardmaker as fichas correspondentes às três estrofes.

AquarelaResultado de imagem para projeto cores

Vinicius de Moraes


Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo

Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva
E se faço chover, com dois riscos tenho um guarda-chuva
Se um pinguinho de tinta cai num pedacinho azul do papel
Num instante imagino uma linda gaivota a voar no céu
Vai voando, contornando a imensa curva norte-sul
Vou com ela viajando Havaí, Pequim ou Istambul
Pinto um barco a vela branco navegando
É tanto céu e mar num beijo azul
Entre as nuvens vem surgindo um lindo avião rosa e grená
Tudo em volta colorindo, com suas luzes a piscar
Basta imaginar e ele está partindo, sereno e lindo
E se a gente quiser ele vai pousar.
Numa folha qualquer eu desenho um navio de partida
Com alguns bons amigos bebendo de bem com a vida
De uma América a outra consigo passar num segundo
Giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo
Um menino caminha e caminhando chega no muro
E ali logo em frente a esperar pela gente o futuro está
E o futuro é uma astronave que tentamos pilotar
Não tem tempo nem piedade nem tem hora de chegar
Sem pedir licença muda nossa vida
Depois convida a rir ou chorar
Nessa estrada não nos cabe conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar
Vamos todos numa linda passarela
De uma aquarela que um dia enfim
Descolorirá
Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo
Que descolorirá
E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo
Que descolorirá
Giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo
Que descolorirá
·         Fazer a leitura do poema “As cores”
·        Realizar pintura com giz de cera - caça texturas.
Após explicação prévia sobre a atividade a ser executada, a professora irá solicitar ao aluno que com a sua folha de ofício e o giz de cera em mãos, saia à procura de texturas no ambiente escolar.
Ao retornar a sala de recursos irá cortar essas texturas em quadrados ou retângulos e montar um quadro formando uma  composição  com as texturas coletadas ou produzir sua composição já na própria folha de ofício em que está coletando as texturas, isso pode ser feito também já tendo como suporte um desenho prévio feito com o próprio  giz de cera   
·         Montar um livro sobre as cores.
OBS: Para os alunos que necessitam de comunicação alternativa, serão introduzidas fichas com as cores, palavras das músicas com seus respectivos símbolos para trabalhar a comunicação do aluno e criar posteriormente pranchas de comunicação. Serão utilizados também adaptadores ou engrossadores de pincel e lápis para a realização das pinturas e atividades de escrita.
Recursos: Tintas guache nas cores: amarelo, azul, vermelho, branco e preto. Pincéis, lápis de cor, giz de cera,  atividade impressa, folha de ofício, vídeo (pintando o sete), livro online (pintando todas as cores), vídeo com a música (Aquarela), computador com internet, fichas para comunicação alternativa, cartaz com a escrita da música, cartaz com o nome das cores.
Resultado de imagem para formas3ª ETAPA:   APRENDENDO AS FORMAS
·        Fazer a leitura da história “O quadradinho”
Questionar aos alunos sobre os personagens da história.
Passar um vídeo para complementar.
·         Trabalhar o nome das formas geométricas por meio de:
Leitura e escrita do nome das formas geométricas.
Atividade de relacionar nome as formas;
·        Passar vídeo com música sobre as formas.
·         
 Vivenciar jogos onlines com formas geométricas:Resultado de imagem para cores e formas

http://www.edinfjogos.universoneo.com.br/index.php?task=view&id=54 - montar figuras    com os blocos lógicos.
http://www.escolagames.com.br/jogos/formasDesenhos/  - encaixar as formas nos seus respectivos lugares.
Resultado de imagem para cores e formasResultado de imagem para cores e formas
·        Recorte e colagem com formas geométricas:Resultado de imagem para formas
Procurar em livros e revistas objetos com as formas geométricas solicitadas pela professora. Depois montar um cartaz com as gravuras de cada forma.
·         Leitura da história “ O comboio das formas” no site:
·         Criar figuras com as formas geométricas
A professora irá levar para a sala várias formas geométricas já recortadas em papel dupla face de diversas cores e tamanhos. Para que os alunos possam usar a sua criatividade e montar figuras com as formas.Resultado de imagem para formas
                
 
·        Realização de atividades impressas  ( contagem de formas geométricas, adição, subtação, sequência numérica etc  )

4ª ETAPA: CONHECENDO  A ARTE DE ROMERO BRITTO       Resultado de imagem para romero britto   
·         Apresentar aos alunos slides sobre a vida e obras do artista- Romero Brito.   
·         Apresentar ao aluno as obras de Romero Britto, e pedir para ele escolher uma delas.
 Em seguida,  fazer a leitura formal  da obra;
identificando linhas (retas, inclinadas e curvas), formas geométricas (círculos, retângulos, quadrados, triângulos),  cores vibrantes etc;
Depois fazer a leitura interpretativa da obra (O que vejo na obra?, O que está representando, o que me lembra? Qual a mensagem que o artista quer passar? etc).
Fale sobre o artista,  seu estilo, as cores usadas nas obras, os temas que ele aborda, as técnicas, etc.
Explore os sentimentos que aparecem na obra escolhida,  pedir para o aluno fazer  uma reflexão sobre os seus próprios sentimentos, em seguida fazer a releitura da obra. (Explicar ao aluno o que é uma releitura).
·         Pintura com tinta guache ou giz de cera com os desenhos de Romero Brito impressos.
             
·         Realização de  pinturas online das obras de Romero Brito.
·         Criação de  desenho e pintura com as características do artista seguindo as 5 dicas abaixo:

1. Desenhe objetos que lhe agradem (elas não precisam fazer sentido)Resultado de imagem para romero britto


2. Faça formas geométricas e linhas aleatórias por cima do desenho

3. Escolha diferentes cores que não ornem entre si

 Resultado de imagem para romero britto

4. Agora é hora de colorir cada espaço com uma cor diferente

 Resultado de imagem para romero britto

5. Contorne-as com traços de intensidade diferente

 Resultado de imagem para romero britto




5ª ETAPA: APRENDENDO SOBRE  JACKSON POLLOKResultado de imagem para jackson pollock
·         Atividades – Releituras - idéias retiradas do site: http://www.acrilex.com.br/educadores.asp?conteudo=188&visivel=sim&mes=56

Converse com seus alunos sobre as diferentes maneiras de expressão e sobre a possibilidade de você também poder fazer obras inspiradas em diferentes artistas.
Mostre as obras de John Pollock aos seus alunos.
Fale sobre as técnicas que ele utilizava (gotas, espirros de tinta, linhas sobrepostas, formas irregulares e únicas). 
Fale sobre o expressionismo abstrato e a inspiração de Pollock na teoria do “inconsciente coletivo”. 
Mostrar vídeo onde um artista faz demonstração da técnica utilizada por Pollock.
Proponha que cada criança faça uma obra inédita utilizando as técnicas de Pollock.

Recriando Pollock

Modo de fazer:
a) Coloque uma porção de tinta acrílica ou guache num recipiente e junte algumas gotas de água para deixá-la aguada.
b) Molhe o pincel na tinta e deixe cair gotas sobre a cartolina. Depois, faça movimentos para que a tinta “respingue”
sobre o papel. Espere secar.
c) Faça a mesma coisa com outra cor, em seguida outra, outra... quantas cores quiser.
d) Por cima do respingado colorido, faça linhas com Crystal Cola. Utilize-a inteira ou fragmente-a, inserindo-a em telas, agendas, caixas, embalagens, enfeites, etc.




Resultado de imagem para jackson pollockResultado de imagem para jackson pollock




      
  ETAPA:. ORGANIZAÇÃO DOS MATERIAIS PARA EXPOSIÇÃO
·         Montagem do trenzinho com a as formas ( usar miniaturas ou gravuras)
A professora deverá levar as formas já recortadas para que os alunos apenas montem e colem as miniaturas ou gravuras. (Usar folhas de  duplex).
·         Colar as pinturas feitas pelos alunos  em duplex preto deixando as bordas à vista.
(trabalho realizado pela professora).
Produzir placas informando sobre o trabalho desenvolvido. Ex: Releitura das obras de Romero Brito; Recriando Jackson Pollock ; Arte com texturas etc,(  atividade  feita pela professora).


7ª ETAPA: CULMINÂNCIA DO PROJETO - EXPOSIÇÃO  DE ARTES

A exposição de artes será realizada coletivamente (todas as escolas), no Auditório do Centro Educacional João de Souza Oliveira, no  final de novembro ou início de dezembro.

AVALIAÇÃO: No decorrer de todas as atividades propostas serão realizadas observações e registros escritos sobre a participação, interesse e desempenho de cada  aluno.