quarta-feira, 6 de maio de 2015

Soft Keyboard Mouse (SKM) PROGRAMA desenvolvido PARA pessoas com PARALISIA CEREBRAL P.C.


O SKM possibilita o uso do computador através da tecla única
controlando tanto as funções de mouse como as de teclado. O SKM é
compatível com as interfaces de tecla única, sensor óptico e sensor de flexão
na versão mouse.

1. Uso
O SKM funciona por varredura. Escolha a linha da letra ou ação desejada
acionado a interface quando a mesma estiver ativa. O SKM passará a varrer as
colunas para seleção da letra ou ação. Após varrer duas vezes as colunas sem
nenhum acionamento o SKM volta a varrer as linhas.

2. Painéis
O SKM é composto de três painéis(fig1.1).
Figura




No Painel principal estão as teclas de caracteres alfa e teclas especiais.
Painel Secundário pode ser comutado através do Painel de comandos para
exibir acentos, símbolos, setas, números e funções do mouse.
Painel de comandos apresenta as funções do painel secundário.

3. Teclas Especiais
O SKM tem algumas teclas especiais à tabela 1 descreve cada uma delas.
Teclas painel de comandos
Ir para painel de acentos
Ir para painel numérico
Ir para painel de símbolos
Ir para painel do mouse
Ir para painel de setas
Ir para painel Principal
Tabela 1
Teclas painel principal e secundário
Shift
Ir para painel de comandos
Delete
Ir para painel secundário
Fixa / Caps Lock
Painel Setas: seta à esquerda
Painel Mouse: movimenta mouse para esquerda
Alt
Painel Setas: seta à direita
Painel Mouse: movimenta mouse para direita
Cotrol
Painel Setas: seta à cima
Painel Mouse: movimenta mouse para cima
Back Space
Painel Setas: seta à esquerda
Painel Mouse: movimenta mouse para baixo
Enter (Return)
Clique do mouse
Tecla windows
Duplo clique do mouse
Tecla options
Agarrar com o mouse
Tabela 2




4. Menus
O SKM tem varias configurações disponíveis em seus menus:

Arquivo -> Layout
Configura qual o layout do painel principal. O Layout MAISUSADA onde
as letras mais usadas ficam a esquerda tem melhor desempenho. O Layout

MOUSE esconde o painel de comandos e painel principal.
Opções -> Tempo de Varredura

Define o intervalo da Varredura, ou seja, o tempo para ocasionar a
mudança de linha ou colunaOpções -> Som

Define qual o tipo de alerta sonoro a ser usado ou desabilita esse
recurso.

Opções -> Caixa Alta
Define que as letras vão ficar sempre em maiúscula, com essa opção
igual a “sim” as teclas Shift e Fixa perdem seu efeito.
Mouse -> Aceleração

Desligada faz o movimento do mouse ficar uniforme. Ligada faz o
movimento do mouse começar lento e ir aumentando a velocidade do
movimento com o passar do tempo.
Mouse -> Acionamento

O acionamento por pressão acontece enquanto a interface estiver
acionada. O movimento por toque inicia com acionamento da interface e cessa
quando ela e acionada novamente.
Mouse -> Velocidade
Define a velocidade do movimento do mouse



FOTOS SOBRE O USO DESTE PROGRAMA COM ALUNO PC










ALUNO COM PC cursando ENSINO MÉDIO NO município de VÁRZEA NOVA SEMPRE FREQUENTOU SRM/AEE


O CASO
           

O aluno Ítalo é um menino de 15 anos, matriculado no Ensino Médio  na escola estadual Adjaci MARTINS DURANS;próximo a sua residência no município de Várzea Nova-BA. A turma que frequenta no ensino regular (1º ano matutino) está em sua mesma faixa etária, muitos dos alunos são seus colegas desde o maternal. Seus sentimentos de alegria ou tristeza são veiculados e reconhecidos através de sua expressão facial. O mesmo permanece quase a totalidade de seu tempo diário numa cadeira de rodas específica para sua deficiência e idade.
            Convive com seus pais e um irmão caçula e gosta, como toda criança de sua idade, de assistir televisão, vídeo game e outros jogos de computador. Os quais joga com o auxílio de outra pessoa, pois não possui coordenação motora para segurar objetos. Na escola assiste às aulas na cadeira de rodas sendo acompanhado por uma auxiliar. Seus colegas já estão habituados com sua convivência e assumem uma postura de colaboração em relação ao mesmo.
            A paralisia cerebral que acomete Ítalo foi detectada nos seus primeiros meses de vida. Após uma série de diligência em unidades de saúde e hospitais, seus pais foram orientados a procurar auxílio no Hospital Sarah Kubitschek (Especializado) em Salvador. Onde foi diagnosticada a paralisia cerebral em decorrência de complicações no parto, que interrompeu temporariamente o suprimento de oxigênio ao cérebro causando neste, lesões que resultaram na referida paralisia, afetando assim todo o seu aparelho locomotor, mas, mantendo intactas as funções cognitivas.
            Segundo o Código Internacional de Doenças, edição n.10 (CID-10) a paralisia cerebral que acomete Ítalo é codificada pela sigla F83 que refere-se aos “Transtornos específicos mistos do desenvolvimento” os quais afetam “o desenvolvimento da fala e da linguagem, das habilidades escolares e das funções motoras, mas sem que nenhum desses elementos predomine suficientemente para constituir o diagnóstico principal.” segundo o mesmo CID-10.
            Até a idade de 04 anos era relativamente frequente sua internação no referido hospital por um período de aproximadamente 30 dias para a realização de acompanhamento e outras intervenções. Atualmente o mesmo frequenta esse mesmo hospital apenas uma vêz ao ano para avaliação por equipe multidisciplinar com o objetivo de acompanhar e monitorar seu desenvolvimento motor, físico, cognotivo e psicológico.
            No primeiro semestre de 2011 Ítalo recebeu do Hospital Sarah Kubitschek um programa de computador denomiado Programa de Comunicação Alternativa que após instalado no computador da Sala de Recursos possibilitou ao mesmo a realização (com o auxílio da professora da sala de recursos) de operações na máquina, com um auxílio de um mouse especialmente adaptado para ser acionado com o lado direito posterior (parte de trás) de sua cabeça, quando posicionado no lado direito do encosto para a cabeça da cadeira de rodas.
            A comunicação de Ítalo se dá pela expressão facial, movimento dos olhos para a direita e esquerada e das pálpebras, esses – juntamente com o movimento lateral da cabeça  para a direita - são os únicos que Ítalo consegue coordenar. Por isso, são poucas as pessoas com as quais ele consegue se comunicar, pois são poucos os que entendem esses seus códigos de comunicação (exemplo: após lhe fazer uma pergunta que tem como resposta um “sim” ou um “não”, o “sim” é dado por uma forte e nítida piscada das palpebras; o “não”, se traduz pelo movimento lateral dos olhos, ele olha para um lado e para outro de forma regular e determinada).
            A vista deste aspecto na comunicação, é frequente – em alguns momentos – Ítalo demonstrar irritabilidade e angústia (através das expressões faciais) por não ser compreendido de forma rápida e precisa pelos seus interlocutores. Apesar disso, o mesmo entende e interpreta todas as perguntas e outras comunicações que lhe são dirigidas. O Programa de Comunicação Alternativa irá ampliar seu leque de recursos para se comunicar com os outros, pois permite que o mesmo emita respostas mais complexas e completas. O já citado cientista Stephen Hawking se utiliza de um computador acoplado à sua cadeira de rodas com um programa similar. Ítalo esta em fase de treinamento com este programa e já escreve algumas palavras com o auxílio do computador e de sua professora de educação especial.Tem apoio de uma cuidadora  que tem como função:



Foto com a cuidadora:









http://desenvolvimento-infantil.blog.br/lei-quer-garantir-cuidadores-nas-escolas-para-criancas-com-deficiencia/

http://www.apaeminas.org.br/noticia.phtml/51523

http://www.omep.org.br/noticias_ver/827/presenca-de-cuidador-para-aluno-com-deficiencia-pode-se-tornar-obrigatoria

Quanto às responsabilidades e tarefas do cuidador educacional para alunos com NEEs

Há que se ressaltar a existência de diferenças significativas entre as funções de cuidador e as funções de auxiliar ou técnico de enfermagem. O cuidador está apto a auxiliar a pessoa assistida no desempenho das atividades cotidianas e corriqueiras, tecnicamente chamadas de Atividades de Vida Diária – AVD e Atividades de Vida Prática – AVP. Os profissionais da enfermagem, por sua vez, atuam com pessoas cuja dependência de cuidados se origina por razões de patologias e traumas e não se restringe a auxiliar nas atividades cotidianas, envolvendo práticas próprias da área de saúde como realizar medidas dos sinais vitais e outras, além de efetivar as prescrições médicas junto ao paciente. A atuação destes, na maioria das vezes dura o tempo da evolução da enfermidade, enquanto que o cuidador tem sua função estendida há um tempo maior, uma vez que atua com pessoas que estão em uma condição de dependência.

Exemplos de tarefas do cuidador na escola

Auxiliar parcialmente ou realizar pela pessoa assistida:
·Alimentar
·Vestir
·Preambular ou locomover
·Realizar higiene corporal
·Manipular objetos
·Sentar, levantar, transferência postural
·Escrever, digitar
·Comunicar-se
·Orientar-se espacialmente
·Brincar
·E outras

A figura do cuidador na escola garantirá que alunos com limitações de comunicação, de orientação, de compreensão, de mobilidade, de locomoção ou outras limitações de ordem motora, possam realizar as atividades cotidianas e as propostas pelos educadores durante as aulas e nos períodos extraclasse, viabilizando assim sua efetiva participação na escola.

O professor não possui condições de trabalho que permitam que ele exerça essa função junto ao alunado. Por sua vez, a necessidade deste cuidado é inconteste no âmbito da escola e sua disponibilização é medida fundamental e imprescindível para a efetivação da educação inclusiva em nosso país.




Quanto à obrigação do Estado

Considerando o exposto, o Estado deverá garantir a oferta deste profissional para essa população pela área da educação, através das secretarias estaduais e municipais de educação.

Caberá a área de educação, por meio da SEESP/MEC regulamentar os cursos de formação desses profissionais, particularmente seus conteúdos, considerando o conjunto de suas tarefas no espaço da escola.


INFORMAÇÕES SOBRE TRAMITAÇÃO DE PROJETOS DE LEI E OUTROS
INSTRUMENTOS LEGAIS NO ÂMBITO FEDERAL E ESTADUAL

Atualmente estão em tramitação, na Câmara dos Deputados, dois projetos de lei, apensados, sob os registros nº 6.966/2006, de autoria do Deputado Inocêncio Oliveira e nº 2.880/2008, do Deputado Otavio Leite, ambos objetivando a regulamentação da profissão de cuidador.

Ao analisar as proposições verifica-se que ambas estão motivadas em função das necessidades da população idosa e se referem à atuação do cuidador no âmbito domiciliar ou institucional, ainda que o segundo seja um pouco mais abrangente ao referir-se à profissão como “cuidador de pessoa”. Pelo exposto, acredita-se que seria mais adequado e eficiente se os projetos de lei se coadunassem com a Classificação Brasileira de Ocupação – CBO (2002), no referido código, abrangendo outras populações igualmente beneficiáveis, atuação em outros espaços, com outras preocupações que não exclusivamente o bem estar físico e a saúde das pessoas assistidas.
No âmbito do legislativo, no Estado de São Paulo há uma moção nº 99/2009, de autoria do Deputado estadual Luis Carlos Gondim, de apoio ao projeto nº 6.966/2006, cujo autor é o Deputado Inocêncio Oliveira. Ressalte-se que o texto da moção (anexo) enfatiza o papel do Estado na disponibilização do cuidador em seus quadros funcionais.

Acredita-se que a inserção da função na Classificação Brasileira de Ocupação – CBO (2002) é suficiente para garantir sua existência e o reconhecimento social e institucional. Sua regulamentação só se faz necessária se julgar-se imprescindível a exigência de capacitação em cursos formais reconhecidos.

CONCLUSÃO


A disponibilização do cuidador na escola, pelos órgãos públicos brasileiros responsáveis pela educação, nos âmbitos municipais, estaduais e federal, é medida imprescindível e não dependente de regulamentação, para viabilizar o atendimento às necessidades de cuidados e apoio às atividades de vida diária e vida prática aos alunos com limitações funcionais ou deficiências, viabilizando, assim, seu ingresso e permanência na escola, direito básico à educação garantido constitucionalmente.







quinta-feira, 19 de março de 2015

Relatório 2014


                                                       Í. E.R. B.





Resultado de imagem para imagem de inclusão escolar COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA


   Ítalo Emanuel, é um adolescente com função intelectual normal, tendo como desafio para a escola (Todo corpo docente/discente/administrativo, a comunidade escola num todo)a aprendizagem da COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA É ESSENCIAL, para assim poder interagir com todos.
FOTOS:










Tecnologia Assistiva é um termo ainda novo, utilizado para identificar todo o arsenal de Recursos e Serviços que contribuem para proporcionar ou ampliar habilidades funcionais de pessoas com deficiência e consequentemente promover Vida Independente e Inclusão.
   






Resultado de imagem para imagem de COMUNICAÇÃO ALTERNATIVAResultado de imagem para imagem de COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA

Resultado de imagem para imagem de inclusão escolar COMUNICAÇÃO ALTERNATIVAResultado de imagem para imagem de inclusão escolar COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA





     

Resultado de imagem para imagem de inclusão escolar COMUNICAÇÃO ALTERNATIVAResultado de imagem para imagem de inclusão escolar COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA



  É também definida como "uma ampla gama de equipamentos, serviços, estratégias e práticas concebidas e aplicadas para minorar os problemas encontrados pelos indivíduos com deficiências" (Cook e Hussey • Assistive Technologies: Principles and Practices • Mosby – Year Book, Inc., 1995).Encontramos também terminologias diferentes que aparecem como sinônimos da Tecnologia Assistiva, tais como “Ajudas Técnicas”, “Tecnologia de Apoio“, “Tecnologia Adaptativa” e “Adaptações”.
     A tecnologia Assistiva que se destina especificamente à ampliação de habilidades de comunicação é denominada de Comunicação Alternativa (CA). A comunicação alternativa destina-se a pessoas sem fala ou sem escrita funcional ou em defasagem entre sua necessidade comunicativa e sua habilidade de falar e/ou escrever.
   A tecnologia Assistiva encontra sentido quando segue com o aluno, no contexto escolar comum, apoiando a sua escolarização. Portanto, o trabalho na sala se destina a avaliar a melhor alternativa de tecnologia Assistiva, produzir material para o aluno e encaminhar estes recursos e materiais produzidos, para que eles sirvam ao aluno na escola comum, junto com a família e nos demais espaços que frequenta.
      São focos importantes do trabalho de tecnologia Assistiva na perspectiva da educação inclusiva:
·         A tecnologia Assistiva numa proposição de educação para autonomia,
·         A tecnologia Assistiva como conhecimento aplicado para resolução de problemas funcionais enfrentados pelos alunos,
·         A tecnologia Assistiva promovendo a ruptura de barreiras que impedem ou limitam a participação destes alunos nos desafios educacionais.

Na escola o ideal para interação real do referido aluno é que existisse um programa do nível do qual descrevo abaixo:
 O Livox foi criado por um pai e uma mãe de uma criança com Paralisia Cerebral para que ela pudesse se comunicar.

O Livox acaba de ser indicado pela
 Organizações das Nações Unidas, a ONU, como Uma das Cinco Melhores Iniciativas de Inclusão Social do Mundo!
O Livox® fornece uma solução para comunicação de pessoas que tem dificuldades na fala. O Livox® fornece conversão de texto em voz com sons naturais, milhares de símbolos, personalização total e facilidade de uso extrema para tablets Android.
01. Falar sobre emoções e necessidades
Está com fome, com frio, com dor, feliz ou triste? Com o Livox® fica muito mais fácil saber mais sobre a pessoa que amamos!
02. Participar ativamente de tudo
Pessoas que não podem falar muitas vezes levam uma vida contemplativa. Agora eles podem participar ativamente de tudo fazendo perguntas!
03. Comer exatamente aquilo que mais gosta
Escolher o que se come é um sinal de independência, autonomia e respeito. Que tal um mingau no café da manhã?
04. Autonomia para se divertir sozinho
Crianças e adultos que não se comunicam oralmente tem sua autonomia garantida para assistir seus filmes e DVDs favoritos. É só escolher na tela do Livox®! (Filmes e DVDs da coleção pessoal do paciente)
05. Aumente ou diminua informações na tela
No Livox® é possível aumentar ou diminuir a quantidade de informações da tela, possibilitando que pessoas com problemas de visão e/ou motores possam utilizar o programa mais facilmente.
06. Sim ou Não?
Interaja rapidamente fazendo perguntas cuja resposta seja SIM ou NÃO.
 Resultado de imagem para imagem de inclusão escolar COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA


Kit Básico de Comunicação AlternativaKit Básico de Comunicação Alternativa[Autor: KAYGANGUE]MUITO IMPORTANTE PARA ALUNO COM PARALISIA CEREBRAL(comprometimento na fala)





O COMMUNIS apresenta um kit composto por 480 cartões impressos para favorecer a inserção de PcDs (Pessoas com Deficiência) no mundo do trabalho e ampliar seu convívio social.

Dividido em sete categorias, com diferentes cores de bordas, tem por objetivo principal organizar logicamente a linguagem, ensinar a estrutura da frase e como a ordenação das palavras afeta o seu significado. As divisões de cores foram baseadas na Chave de Fitzgerald, idealizada pela professora de surdos Edith Fitzgerald. Fitzgerald, também surda, após anos de experiência, percebeu que a maior dificuldade dos alunos está na estruturação da linguagem e que um apoio visual ajuda na correta formação das sentenças.

Cada cartão do COMMUNIS vem impresso no tamanho 6,5 por 7,5 cm. De acordo com pesquisas, este atamnho é considerado adequado para a visualização, transporte e para utilização junto às pranchas de comunicação. 
O kit COMMUNIS dispõe de uma prancha de comunicação destinada à fixação dos cartões.

Os símbolos do COMMUNIS possuem legenda com a palavra ou o significado de cada imagem.

Apresentação


A fala é o principal instrumento de comunicação de nossa sociedade e existem várias razões pelas quais uma pessoa pode ter dificuldade de se comunicar, mas isto não significa que não tenham linguagem.

Para facilitar a comunicação dessas pessoas foi desenvolvido o COMMUNIS - Sistema de Comunicação Alternativa Impresso - objetivando oferecer à população brasileira um produto inovador, mediante o uso de imagens que estimulam a memória visual e auxilia na assimilação de novos conteúdos.

O Projeto de Comunicação Alternativa COMMUNIS foi selecionado como a melhor inovação apresentada na Mostra Inova do SENAI - PR em 2007, em sua categoria.

Aplicação


Com o objetivo de facilitar e agilizar a interação entre a PcD e seus interlocutores os cartões são impressos para acesso rápido à comunicação. Pessoas de todas as idades que necessitam desse recurso, seja temporária ou permanentemente, podem utilizar o COMMUNIS em casa, na escola, mercado de trabalho, terapia e para melhorar seu convívio social.

Benefícios

Profissionais de diferentes áreas vêm gradativamente ampliando a utilização de sistemas de Comunicação Alternativa com indivíduos que apresentam dificuldades de comunicação, e pode-se afirmar que tais pessoas passam a se expressar de forma mais efetiva, adquirindo, assim, posições de maior autonomia em suas relações e, portanto, em suas vidas.

Todas as pesquisas mostram que o uso de Comunicação Alternativa ajuda no desenvolvimento da linguagem oral, estimula o usuário que percebe melhora na interação e na troca de informações, percebe-se ativo no processo de fazer escolhas e expressar suas necessidades.

Resultado de imagem para cerebro pessoa com paralisia cerebral 
 O que aconteceu com Ítalo, como ele é...?
       A paralisia cerebral é um conjunto de desordens permanentes que afetam o movimento e postura. Os sintomas ocorrem devido a um distúrbio que acontece durante o desenvolvimento do cérebro, na maioria das vezes antes do nascimento.
Os sinais e sintomas aparecem durante a infância ou pré-escola. Pessoas com paralisia cerebral podem ter dificuldade com a deglutição e geralmente tem um desequilíbrio no músculo do olho. A amplitude de movimento pode ser reduzida em várias articulações do corpo, devido à rigidez muscular.
O efeito da paralisia cerebral nas habilidades funcionais varia muito. Algumas pessoas são capazes de caminhar, enquanto outras não são. Algumas pessoas mostram função intelectual normal, ao passo que outras podem apresentar deficiência intelectual. Epilepsia, cegueira ou surdez são condições que podem estar presentes.
No Brasil há uma carência de estudos que tenham investigado especificamente a prevalência e incidência da paralisia cerebral no cenário nacional. Entretanto, nos países desenvolvidos a prevalência encontrada varia de 1,5 a 5,9 casos para cada 1.000 bebês nascidos vivos, quando se estima que a incidência de paralisia cerebral nos países em desenvolvimento seja de sete casos para cada 1000 nascidos vivos. A explicação para a diferença da prevalência entre estes dois grupos de países é atribuída às más condições de cuidados pré-natais e atendimento primário às gestantes.

Tipos

As pessoas com paralisia cerebral podem ser classificadas, de acordo com a característica clínica mais dominante, em espástico, discinético e atáxico.

Paralisia cerebral espástica

É caracterizada pela presença de rigidez muscular e dificuldade de movimento. Ocasionada por uma lesão no sistema piramidal, a paralisia cerebral espástica é consequente do nascimento prematuro.

 

Paralisia cerebral discinética

A paralisia cerebral discinética se caracteriza por movimentos atípicos e involuntários. É ocasionada por uma lesão do sistema extrapiramidal.

Paralisia cerebral atáxica

A paralisia cerebral atáxica se caracteriza por uma sensação de desequilíbrio e falta de percepção de profundidade. É ocasionada por uma disfunção no cerebelo.

Causas

A paralisia cerebral é resultado de uma desordem cerebral que ocorre durante o desenvolvimento fetal ou, raramente por conta de uma lesão cerebral após o parto. Ela está presente no nascimento, embora possa não ser detectada por meses. Na maioria dos casos, a causa da paralisia cerebral desconhecida. Algumas causas possíveis são:
  • Infecções durante a gravidez que podem danificar o desenvolvimento do sistema nervoso do feto
  • Icterícia grave na criança
  • Fator Rh incompatível entre mãe e bebê
  • Trauma físico e metabólico durante o parto
  • Privação de oxigênio grave para o cérebro ou trauma craniano significativo durante o trabalho de parto.
Entendendo mais sobre Ítalo Emanuel, deficiência física ou deficiência motora.  É uma limitação do funcionamento físico-motor de um ser humano ou animal. Normalmente, os problemas ocorrem no cérebro ou sistema locomotor, levando a um mau funcionamento ou paralisia dos membros inferiores e/ou superiores. As intervenções precoces com Ítalo iniciaram-se pelos seus pais a partir de quatro (4) meses quando começaram a perceber algo diferente de acordo a sua idade comparada a outras crianças, os primeiros passos foram a busca do diagnóstico no Hospital Sarah Kubitschek  onde recebe orientação e acompanhamento anualmente. (Mais detalhes sobre o seu desenvolvimento encontra-se em anexo-O CASO-)Resultado de imagem para cerebro pessoa com paralisia cerebral
    A deficiência física pode ter várias etiologias, entre as principais estão os: fatores genéticos, fatores virais ou bacterianos, fatores neonatal, fatores traumáticos (especialmente os medulares). Mediante o texto sobre a deficiência do aluno todas as questões em negrito são as PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E POTENCIALIDADES  do aluno as quais tornam-no dentro das suas possibilidades “IGUAL” em direitos e deveres no ensino aprendizagem,deixando claro que para isso há de haver o compromisso de toda a escola em ADAPTAR  TODAS as suas atividades, do contrário, não será possível sua inclusão escolar no Ensino Médio.



 IMPORTANTE:Em cinco anos dobrou o número de alunos com deficiência matriculados nas escolas regulares do país. A inclusão deve continuar a crescer e as redes precisam estar prontas para receber bem esses estudantes com ações que vão da melhoria dos espaços físicos à mobilização da comunidade escolar













COMO DEVEM SER AS ATIVIDADES PARA ESTE ALUNO? Resultado de imagem para cerebro pessoa com paralisia cerebralSEMPRE OBJETIVAS.




Exemplos de atividades Língua Portuguesa:
Aluno:_______________________________________________________________________   
Professora:____________________________________________Serie: ____ Nº ________ Data: _____/______/______
Avaliação bimestral de Português
                Leia:
Ar- condicionado faz mal?
Depende da maneira como utilizamos e os cuidados que tomamos . De acordo com o pneumologista Roberto Stirbulov , presidente da sociedade paulista de pneumologia , alguns fatores relacionados aos aparelhos de ar-condicionado podem fazer mal á saúde . ‘’Um deles é o chamado contraste térmico , que é a diferença entre a temperatura externa e a do ambiente refrigerado . Quando essa diferença é muito grande , pode ocorrer uma redução das defesas do organismo , tornando o individuo predisposto a infecções respiratórias ‘’ , afirma o especialista . Um agasalho pode minimizar esse problema . Outra característica desfavorável dos recintos com ar-condicionado é a baixa umidade do ar , que provoca o ressecamento das mucosas e pode facilitar o surgimento de infecções . ‘’Para evitar que isso ocorra , pessoas que ficam muito tempo em ambiente refrigerado devem colocar no local um recipiente com água para umidificar o ar ‘’ , diz Roberto . Falhas na manutenção do sistema de ar refrigerado também podem trazer prejuízos . ‘’Filhos e dutos de ar mal limpos propiciam o surgimento de colônias de fungos e bactérias , prejudiciais  á saúde ‘’ , afirma a alergista Jussara Marin , de São Paulo.

1 – Considerado que a idéia principal em um texto expositivo corresponde as assunto e ao que se diz sobre o assunto em seus aspectos gerais , no texto ‘’Ar- condicionado faz mal?’’ a idéia principal é :
a)      (   )  Alguns fatores relacionados aos aparelhos de ar - condicionado faz mal a saúde ;
b)      (   )  Ar – condicionado faz mal porque provoca o ressecamento das mucosas ;
c)       (   )   Falhas na manutenção do sistema de ar refrigerado podem fazer mal a saúde;
d)      (   )  O ar – condicionado faz mal a saúde , conforme afirmação do pneumologista Roberto Stirbolow.
 2-  Sendo o texto iniciado em forma de pergunta , podemos inferir que estamos diante de um gênero textual  denominado de:
a)      (  ) diálogo
b)      (  ) entrevista
c)       (   ) nota jornalística
d)      (  ) crônica
        3-Como a notícia, a reportagem também é um gênero jornalístico . Onde o verdadeiro conceito de notícia       é :
a)      (  ) Relatar um fato de forma ligeira e impessoal ;
b)      (  ) Conhecer um fato com maior profundidade , ampliando-o com fato , dados estatísticos , etc;
c)       (  )  Informar um artigo que exprime a opinião oficial do jornal;
d)      (  ) Apresenta uma narração alegórica cujos personagens são , geralmente animais e que encerra lição moral;

            4- O conteúdo abordado no texto interessa a um público , de certa forma , abrangente . O item que traz o público que apresenta interesse é :
a)      (  ) usuários de modo geral;
b)      (  ) usuários predispostos a infecção respiratória ;
c)       (  ) usuário que têm familiares alérgicos;
d)      (  ) usuários que lidam com pessoas alérgicas ;

   5- Podemos afirmar que o gênero textual apresentado no texto acima é :
a)      (  ) poético ;
b)      (  ) narrativo ;
c)       (  ) argumentativo ;
d)      (  ) informativo ;

         6-      O assunto principal do texto é :
a)      (  ) Os cuidados que devemos ter com o ar – condicionado;
b)      (  ) As instruções referentes ao uso do ar-condicionado;
c)       (  ) O mal uso do ar- condicionado faz ma a saúde ;
d)      (  ) Falhas na manutenção do ar-condicionado ;

         7-      Na passagem ‘’pode ocorrer uma redução das defesas do organismo ‘‘, a palavra grifada significa:
a)      (  ) diminuição ;
b)      (  ) proteção ;
c)       (  ) recuperação ;
d)      (  ) recepção.

        8-      O sentido da expressão com moderação, falado pelo médico:
a)      (  ) devagar ;
b)      (  ) com bons modos ;
c)       (  ) sem exagero ;
d)      (  ) controlar ;

       9-      O médico está se referindo ao usar essa expressão ao ;
a)      (  ) modo com Hagar se comporta ;
b)      (  ) modo como Hagar deve comer ;
c)       (  ) modo como ele deve falar ;
d)      (  ) modo como deve relacionar com alguém  ;

      10-   Há traço de humor em ;
a)      (  ) precisa aprender a comer com moderação ;
b)      (   ) como Hagar pode perder peso ;
c)       (  ) tenho que começar a comer com uma mulher chamada moderação ;
d)      (  ) o que a mulher perguntou sobre o médico ;

  


       11-   A expressão ‘’ com moderação ‘’ se relaciona no segundo quadrinho com a palavra:
a)      (  ) Aprender ;
b)      (  ) Precisar ;
c)       (  ) Poder ;
d)      (  ) Comer ;

      12-   A classe gramatical referente a palavra comer ;
a)      (  ) Substantivo ;
b)      (  ) Pronome ;
c)       (  ) Verbo ;
d)      (  ) Adjetivo.


Leia
Por que a ferradura é símbolo de boa sorte?
 Há registro de que esse objeto já era considerado um amuleto poderoso desde a Grécia antiga.
Primeiro, porque era feito de ferro, elemento que os gregos acreditavam proteger contra todo mal. Além disso, seu formativo lembrava a lua crescente, símbolo de fertilidade e prosperidade [...]
13-   Na expressão ‘’ Há registro de que esse objeto já era considerado um amuleto poderoso desde a Grécia antiga ‘’ a oração principal é:
a)      (  ) um amuleto ;
b)      (   ) era considerado ;
c)       (  ) esse objeto ;
d)      (  ) há registro ;

14-   A palavra que liga a oração principal, a oração subordinada substantiva é a conjunção integrante:
a)      (  ) de ;
b)      (  ) desde ;
c)       (  ) que ;
d)      (  ) esse ;

15-   A oração que está grifada no texto é uma oração subordinada substantiva:
a)      (  ) objetiva direta ;
b)      (  ) apositiva ;
c)       (  ) completiva nominal ;
d)      (   ) subjetiva ;

16-   A ferradura é símbolo da boa sorte, por que:
a)      (  ) Seu formato lembrava a lua ;
b)      (  ) É um amuleto poderoso ;
c)       (  ) É feito de ferro ;
d)      (  ) É símbolo de fertilidade.




Leia:
Passaredo
Ei, quero-quero
Oi, tico-tico
Anum, pardal, chapim
Xô,cotovia
XÔ, AVE-FRIA
Xô, pescador-martim.
Some rolinha
Anda, andorinha
Te esconde, bem-te-vi [...]
Bico calado, muito cuidado
Que o homem vem ai.

17-   Em quais sequência de substantivos compostos a seguir todos estão pluralizados corretamente ?
a)      (   ) aves- fria , tico – ticos ;
b)      (  ) quero – queros , tico – ticos;
c)       (  ) ticos – ticos , pescador – Martins ;
d)      (  ) pescadores – martins , quero– quero ;

18-   A classe gramatical que pertence o substantivo composto ‘’ pescador – Martim ‘’ é ;
a)      (   ) substantivo + substantivo ;
b)      (   ) substantivo + adjetivo ;
c)       (  ) verbo + substantivo ;
d)      (  ) advérbio + substantivo ;

19-   -O texto pertence ao gênero textual:
a)      (  ) poesia ;
b)      (  ) fábula;
c)       (  ) crônica ;
d)      (   ) jornalístico;

 20- Coloque V ( verdadeiro ) e F ( falso )
a)      (   ) tico – ticos , só o segundo vai para o plural por apresentar uma onomatopéia ;
b)      (   ) Na palavra aves-frias temos substantivos + substantivo ;
c)       (   ) queros – queros as duas  ficam no plural porque são repetidas ;
d)      (   ) Onomatopéia é a imitação da voz doa animais;

  21- Leia e complete com mal ou mau, mas ou mais.
  Um vampiro bebeu muito sangue em uma festa e foi parar no hospital. Chegando lá, foi atendido por uma enfermeira, que perguntou:
  - Tipo de sangue?
 Ele , espantando , respondeu:
  Eu aqui passando __________ , e a Senhora me ofereceu __________ bebida ?

            22- Escolha a alternativa que preencha corretamente as orações ‘’ -  Sabíamos de tudo _________ não _______ queríamos falar ; - A moça de branco foi quem _________ perguntou ; Os atores atuaram muito ________ no espetáculo ; - O _______ tempo acabou com temporada .
a)      (  ) mau , mal , mais , mas ;
b)      (  ) mais , mas , mau , mal ;
c)       (  ) mas , mais , mal , mau ;
d)      (   ) mais , mas , mal , mau

 23 - O gênero textual é :
a)      (   ) poema ;
b)      (   ) música ;
c)       (   ) crônica ;
d)      (   ) diálogo ;
             
 24 - Coloque V ( verdadeiro ) e F ( falso ) :
a)      (   ) O dia –a – dia do trabalhador é cansativo ;
b)      (   ) Ele não é mau ; só precisa de compreensão ;
c)       (   ) Algumas atitudes do brasileiro vão ao encontro do que é ser cidadão ;
d)      (    ) Os moradores conversam há cerca de melhores maneiras de desenvolver seus projetos ;



‘’ O amor é a força mais potente que o mundo
                                                                       possui e , ao mesmo tempo,
a mais humilde que se possa imaginar . ‘’
Gandhi .

BOA SORTE!











   Avaliação de Língua Portuguesa                           
LEIA:

                                       O menino jornaleiro
      1 O menino jornaleiro passa berrando pela rua:
      2 – Vinte e cinco adultos enganados por um menino! Uma (única) criança              engana
      3 vinte e cinco adultos!
      4 – Me dá um jornal – grita um homem que vai passando.
      5 Pega o jornal, abre e descobre que é um jornal velho. Vai reclamar, furioso, quando
     6 ouve o menino gritando lá de longe:
     7 – Vinte e seis adultos enganados por um menino! Vinte e seis adultos...
                                              (Pinto, Ziraldo Alves. Vito Grandam. São Paulo: Globo, adaptado.)

01. Segundo o texto “O menino jornaleiro”, a manchete anunciada pelo jornaleiro
a) deixa o consumidor furioso com a notícia.
b) leva o consumidor a pensar que se trata de uma matéria do jornal do dia.
c) faz parte das reportagens do jornal do dia.
d) leva o consumidor a pensar que se trata de um jornal velho.

02. Após a leitura do texto 1 e do texto 2, podemos afirmar que
a) os dois são textos publicitários.
b) somente o texto 1 é publicitário.
c) os dois são textos narrativos.
d) somente o texto 2 é informativo.

03. Leia o trecho abaixo:
“Pega o jornal, abre e descobre que é um jornal velho. Vai reclamar, furioso, quando
ouve o menino gritando lá de longe (...)” (L. 5-6)
Os termos sublinhados no trecho sugerem
a) fatos isolados.
b) ação contínua e sucessão temporal.
c) sucessão de fatos fora da ordem cronológica.
d) ações sequenciais e causais.
Texto 2
04. Nos trechos abaixo:
“– Uma única criança engana vinte e cinco adultos!” (L. 2-3)
“– Me dá um jornal – grita um homem que vai passando.” (L. 4)
Os termos sublinhados referem-se, de acordo com as informações do texto,
a) a qualquer criança e a qualquer homem.
b) ao jornaleiro e a um transeunte qualquer.
c) a uma criança específica e a um leitor especial.
d) somente a uma criança e a um homem exclusivo.

05. Leia o trecho abaixo:
“– Vinte e seis adultos enganados por um menino! Vinte e seis adultos...” (L. 7)
A intenção do jornaleiro era
a) divulgar a manchete do jornal.
b) chamar a atenção das crianças.
c) conseguir vender o jornal velho.
d) deixar os leitores furiosos.
06. “ Deus não fale comigo, eu sei que Ele me escuta.” O conectivo sublinhado pode ser substituído, sem contrariar o sentido, por:
a) ou          b) no entanto          c) porém                       d) porquanto
07. “ Estudamos, logo deveremos passar nos exames.” A oração em destaque é:
a) explicativa         b) adversativa           c) aditiva           d) conclusiva
08- Fez isso ___________ não conseguiu o resultado. Qual das alternativas abaixo preenche a lacuna no trecho acima.
a)     entretanto          b) pois           c) porém            d) enquanto
09- “Maria das Dores entra e vai abrir o computador. Detenho –a : não quero luz.” Os dois pontos(:) usados acima estabelecem uma relação de subordinação entre as orações. Que tipo de subordinação?
a)     temporal          b) final               c) causal            d) concessiva
10- Sua displicência era tanta QUE NÃO COMUNICOU O HORARIO DA PARTIDA DO TREM. A oração destacada exprime
a)     tempo            b) consequência     c) causa          d) explicação





 Avaliação de Língua Portuguesa
LEIA:
Prazer em conhecer as cores, texturas e perfumes de Natura Ekos

1  Prazer em ter sua pele sempre macia,
2  e descobrir a cada banho o re-
3  encontro com você e seu equilíbrio.
4  Prazer em ver que os maracujás, buritis
5  e tantos outros ativos de Natura Ekos
6  vivem na biodiversidade brasileira, e
7  são extraídos a partir de processos que
8   buscam garantir sua renovação no
9   futuro.
10  Para o bem-estar daqueles que vivem e
11  trabalham nas florestas, matas e
12  campos.
13  Para o seu bem-estar e para você estar
14   bem com o seu mundo, muito prazer.


Natura Ekos. Viva sua natureza.
(Revista Superinteressante. Edição 178. Julho 2002, adaptado.)

1. O texto que você acabou de ler visa divulgar, sob a forma de palavras ou símbolos, uma informação selecionada com a finalidade de introduzir na opinião pública determinada atitude ou ideia (Ecologia) e o desejo de consumo. Sendo assim, esse texto é uma:

a) reportagem.
b) notícia jornalística.
c) propaganda.
d) narração.

2. Leia o trecho, retirado do texto: “Prazer em ver que os maracujás, buritis e tantos outros ativos de Natura Ekos vivem na biodiversidade brasileira, e são extraídos a partir de processos que buscam garantir sua renovação no futuro.” (L. 4-9) Agora leia o significado das palavras abaixo:

Bio: vida
Diversidade: variedade
A biodiversidade de que trata o texto refere-se à variedade de

a) animais brasileiros.
b) flora brasileira.
c) etnias do Brasil.
d) culturas brasileiras.

3. Na ilustração, temos a apresentação de cada produto, como em “Eu sou o buriti. Eu sou o cacau. Eu sou o maracujá. Muito prazer”. A informação destacada da ilustração do texto tem como objetivo:
a) chamar a atenção do leitor para a marca EKOS.
b) relacionar diretamente os elementos da natureza ao produto.
c) divulgar o fabricante do produto.
d) ser apenas ilustrativa.



4. Leia, novamente, o que está na tampa dos vidros.
“– Eu sou o buriti.
– Eu sou o cacau.
– Eu sou o maracujá.”

É correto afirmar que, no texto, cacau, buriti e maracujá são.

a) matéria-prima dos produtos.
b) folhas.
c) flores.
d) árvores.

5. Leia o trecho: “Para o seu bem-estar e para você estar bem com o seu mundo, muito prazer.” (L. 13-14) Agora, leia os significados das expressões destacadas:
bem-estar: conforto, estado de perfeita satisfação física ou moral.
estar bem: gozar de saúde, viver em harmonia
Com base no texto, é correto afirmar que as expressões grifadas indicam, respectivamente:

a) satisfação; viver em paz.
b) consumo; viver em sintonia.
c) solidão; ter boa convivência.
d) comodidade; ter dinheiro.

6. Leia: “Prazer em ver que os maracujás, buritis e tantos outros ativos de Natura Ekos vivem na biodiversidade brasileira, e são extraídos a partir de processos que buscam garantir sua renovação no futuro.” (L. 4-9)
O termo sublinhado no trecho relaciona-se à ideia de renovar

a) os processos de extração.
b) o consumidor.
c) alguns ativos de Natura Ekos.
d) a biodiversidade brasileira
.7. “Trabalham nas florestas, matas e  campos.” A palavra grifada é um verbo, em que tempo ele está?

 a)     Presente             b) pretérito perfeito              C) futuro do presente            d) futuro do pretérito

8-  Observe  e complete a conjugação com os verbos que estão faltando:

Eu  canto                       Nós  cantamos
Tu  _______                   Vós  ________
Ele/Ela  canta                 Eles/ Elas  cantam
9. Joana _____________ estudado muito. O verbo é
a) tenha                            b) tem                                 c) tenhamos                    d) tenham
10 “Maria e Taynara foram passear no parque da cidade. Substitui os nomes sublinhado por:
  a)     nós                          b) ela                             c) tu                          d) elas


Interpretação textual – A VELHA CONTRABANDISTA

Diz que era uma velhinha que sabia andar de lambreta. Todo dia ela passava pela fronteira montada na lambreta, com um bruto saco atrás da lambreta. O pessoal da Alfândega – tudo malandro velho – começou a desconfiar da velhinha.         
Um dia, quando ela vinha na lambreta com o saco atrás, o fiscal da Alfândega mandou ela parar. A velhinha parou e então o fiscal perguntou assim pra ela:          
- Escuta aqui, vovozinha, a senhora passa por aqui todo dia, com esse saco aí atrás. Que diabo a senhora leva nesse saco?   
A velhinha sorriu com os poucos dentes que lhe restavam e mais os outros, que ela adquirira no odontólogo e respondeu:      
- É areia!         
Aí quem sorriu foi o fiscal. Achou que não era areia nenhuma e mandou a velhinha saltar da lambreta para examinar o saco. A velhinha saltou, o fiscal esvaziou o saco e dentro só tinha areia. Muito encabulado, ordenou à velhinha que fosse em frente. Ela montou na lambreta e foi embora, com o saco de areia atrás.
Mas o fiscal ficou desconfiado ainda. Talvez a velhinha passasse um dia com areia e no outro com muamba, dentro daquele maldito saco. No dia seguinte, quando ela passou na lambreta com o saco atrás, o fiscal mandou parar outra vez. Perguntou o que é que ela levava no saco e ela respondeu que era areia, uai! O fiscal examinou e era mesmo. Durante um mês seguido o fiscal interceptou a velhinha e, todas as vezes, o que ela levava no saco era areia.     
Diz que foi aí que o fiscal se chateou:           
- Olha, vovozinha, eu sou fiscal de alfândega com 40 anos de serviço. Manjo essa coisa de contrabando pra burro. Ninguém me tira da cabeça que a senhora é contrabandista.           
- Mas no saco só tem areia! – insistiu a velhinha. E já ia tocar a lambreta, quando o fiscal propôs:           
- Eu prometo à senhora que deixo a senhora passar. Não dou parte, não apreendo, não conto nada a ninguém, mas a senhora vai me dizer: qual é o contrabando que a senhora está passando por aqui todos os dias?
- O senhor promete que não “espaia” ? – quis saber a velhinha.       
- Juro – respondeu o fiscal.    
- É lambreta.   
                                                                                                                    (Stanislaw Ponte Preta)

Interpretação do texto(NAS QUESTÕES ABAIXO DEVEM CONTER ALTERNATIVAS,ex:a),b),c)....

1) O que a velhinha carregava dentro do saco, para despistar o guarda?
 
_____________________________________________________

2) O que o autor quis dizer com a expressão “tudo malandro velho”?
 
___________________________________________________
3) Leia novamente o 4º parágrafo do texto e responda:

Quando o narrador citou os dentes que “ela adquirira no odontólogo”, a que tipo de dentes ele se referia?
__________________________________________________

4) Explique com suas palavras qual foi o truque da velhinha para enganar o fiscal.
 
__________________________________________________

 5) Quando a velhinha decidiu contar a verdade?
 
_________________________________________________

6) Qual é a grande surpresa da história?
 
_________________________________________________

7) Numere corretamente as frases abaixo, observando a ordem dos acontecimentos.

(   ) O fiscal verificou que só havia areia dentro do saco.
(   ) O pessoal da alfândega começou a desconfiar da velhinha.
(   ) Diante da promessa do fiscal, ela lhe contou a verdade: era contrabando de lambretas.
(   ) Todo dia, a velhinha passava pela fronteira montada numa lambreta, com um saco no bagageiro.
(   ) Mas, desconfiado, o fiscal passou a revistar a velhinha todos os dias.
(   ) Durante um mês, o fiscal interceptou a velhinha e, todas as vezes, o que ela levava no saco era areia.
(   ) Então, ele prometeu que não contaria nada a ninguém, mas pediu à velhinha que lhe dissesse qual era o contrabando que fazia.


















Exemplos de atividades Ciências:



Exemplos de atividades Geografia:

Prova de Geografia -

1. Os rios da Europa tiveram muita importância na ocupação daquele Continente, bem como para o seu desenvolvimento, visto que muitos desses rios são navegáveis. Os maiores rios da Europa são:
a) o Volga, o Danúbio e o Reno.
b) o Amazonas e o Nilo.
c) o Mississipi e o Nilo.
d) o São Francisco, o Sena e o Amazonas.
2.  Sobre o relevo do continente europeu, enumere corretamente a 2ª coluna de acordo com a 1ª:
( 1 ) maciços antigos
( 2 ) planícies centrais
( 3 ) cordilheiras recentes
(    ) montanhas jovens e de elevada altitude das quais as principais são  os Pirineus, os Cárpatos, os Apeninos, os Bálcãs e a Cadeia do Cáucaso.
(    ) montanhas muito antigas, que se situam no norte e no leste do continente, entre as quais se destacam os Montes Urais e os Alpes Escandinavos.
(    ) situadas na região central do continente, possuem terras muito férteis.
A  sequencia correta é
a) 1, 3 e 2.
b) 2, 1 e 3.
c) 3, 2 e 1.
d) 3, 1 e 2.
3.  Observe a charge abaixo:
A charge apresentada, além de lembrar os tristes acontecimentos ocorridos há vinte e cinco anos, após o acidente na usina termonuclear de Chernobyl, na Ucrânia, lembra que seus efeitos ainda estão presentes. Ao que parece, os impactos ambientais no continente europeu continuam a causar preocupação em escala mundial. Recentemente ocorreu um acidente nuclear, que, de certa forma, trouxe a tona a discussão acerca do uso da energia nuclear, através de protestos em várias partes do mundo. Esse novo acidente nuclear ocorreu
a) na França, ocasionado por ataques terroristas.
b) na Alemanha, em virtude do alto consumo de energia elétrica.
c) no Japão, onde ocorreram várias explosões, em virtude dos terremotos e tsunamis que atingiram este país.
d) na Alemanha, ocasionado por protestos de defensores do meio ambiente.

4. Observe a charge:

A chuva ácida é um problema ambiental que afetam muitos países do mundo, como também no continente europeu. A chuva ácida na Europa, além de problemas de saúde, como retratado na imagem acima, causa
a) o surgimento de novas florestas, substituindo as devastadas.
b) corrosão de peças de arte expostas ao ar livre e a morte de florestas inteiras
c) uma maior produtividade agrícola, satisfazendo aos anseios de seus proprietários.
d) a diminuição de gases poluentes na atmosfera.
5. Três quartos da população europeia vivem nas cidades, cuja história se reflete em suas estruturas: geralmente o centro abriga casarões antigos e históricos, e a periferia é ocupada por bairros residências e polígonos industriais. O fato de que na Europa predomina a população urbana deve-se
a) ao aumento da produção agrária em toda Europa, o que levou a população a trabalha no campo e morar nas cidades.
b) a falta de investimentos em tecnologia em muitos países europeus.
c) a revolução industrial, que fez com que boa parte da população européia saísse do campo e passasse a morar nas cidades.
d) ao crescimento desordenado das principais cidades européias que trazem transtornos a população, principalmente no que se refere ao transporte coletivo.
6. Apesar do elevado nível de desenvolvimento econômico e tecnológico que caracteriza o continente europeu, existem fortes contrastes entre os diferentes países e regiões. Dentre os níveis de desenvolvimento elevado, intermediário e fraco, podemos destacar corretamente que
a) a Inglaterra, a França e a Itália, apresentam fraca industrialização, enquanto que Portugal e Espanha têm um desenvolvimento bastante elevado.
b) Itália, Portugal e Espanha se caracterizam por apresentar um menor desenvolvimento industrial, enquanto que Inglaterra, França e Alemanha estão entre os países mais desenvolvidos.
c) os países do Leste Europeu e os países do Cáucaso apresentam fraca industrialização, da mesma forma que Inglaterra, Portugal e França.
d) Itália Portugal e França tem uma agricultura bem tradicional, porém tem um desenvolvimento industrial superior a Inglaterra, França e Alemanha.
7.  O rio Sena, um dos mais famosos rios europeus corta uma famosa cidade européia, que é
a) Lisboa.
b) Madri.
c) Londres.
d) Paris.
8. Na Europa existem vários ramos lingüísticos, onde são faladas mais de 60 línguas atualmente. A língua portuguesa, que é falada em Portugal e nos países que foram suas antigas colônias deriva
a) do latim.
b) das línguas germânicas.
c) do escandinavo.
d) do Ilírico.
9. Sobre a agricultura no continente europeu, podemos afirmar que
a) é atrasada se comparada a outras partes do mundo.
b) praticamente não existe, pois quase todo alimento consumido na Europa são da Ásia.
c) em geral é produtiva por causa do desenvolvimento técnico e da intensa mecanização dos seus processos.
d) se resume ao período chuvoso, e usam ferramentas arcaicas, que necessitam de bastante mão de obra humana.
10. O setor de turismo é um dos que mais cresce no mundo atualmente, sobre esse serviço na Europa, podemos ressaltar que.
a) não tem nenhuma importância na economia europeia.
b) a Europa é o continente mais visitado no mundo, fazendo com que sua importância só aumente.
c) países como a França são os menos visitados no mundo, por não ter atrativos turísticos
d) no momento não é prioridade, mas alguns países pensam em investir nesse serviço nos próximos 20 anos.
11. A Europa é muito visada por migrantes visto que
a) o desenvolvimento conquistado pelas nações europeias viabiliza melhores oportunidades de emprego e de acesso aos serviços de saúde e de educação.
b) o turismo é muito desenvolvido, fazendo com que ilhares de pessoas passem a morar na Europa anualmente.
c) é o destino ideal para aventureiros.
d) não há oportunidades em outras partes do mundo.
12. Uma das mais famosas construções do mundo encontra-se na França, onde muitas pessoas sonham em conhecê-la. Estamos falando
a) da Estátua da Liberdade.
b) do Bing Bang.
c) da Torre Eiffel.
d) do Cristo Redentor.
13. A Industrialização surgiu na Europa. O país pioneiro na Revolução Industrial, m meados do Século XVIII foi
a) Portugal.
b) França
c) Itália
d) Inglaterra
14. Nos setores modernos da indústria europeia destaca-se
a) petroquímica pesqueira e turística.
b) siderurgia, têxtil e alimentícia.
c) eletroeletrônica metalurgia e pesqueira
d) petroquímica eletroeletrônica e alimentícia
15. Um dos problemas encontrados pelos países europeus é a produção de energia, de forma segura e que não agrida ao meio ambiente. Uma das fontes de energias limpas, que estão sendo bem divulgadas e que muitos estão investindo é a energia.
a) nuclear.
b) eólica.
c) termelétrica
d) hidrelétrica.

Prova Geografia


1 A pretensão do Islã de criar Estados islâmicos e tornar-se uma nova força mundial, exigindo uma unidade entre religião e política nos países por ele governados, pode ser designada como
a) fundamentalismo.
b) laicização.
c) racionalismo.
d) modernismo.
2 Um dos conflitos que ocorrem no território da antiga União Soviética, é a luta da pela separação da Chechênia da Federação Russa. Além do separatismo da Chechênia apresentar uma ameaça do domínio da Rússia sobre outras repúblicas autônomas, o que desperta também o interesse russo sobre o território é que
a) o território checheno é rico em petróleo.
b) a Chechênia fica na rota para o oceano.
c) no território checheno localiza-se na rota de um dos principais oleodutos russos.
d) a Chechênia é uma grande produtora agrícola, importante na produção de alimentos.
3 Complete as cruzadas:
1 – um dos países conhecidos como Tigres Asiáticos.
2 – país cuja industrialização tem tecnologia de ponta, e que vive em conflitos constantes com a Palestina.
3 – país que utiliza mão de obra altamente qualificada em suas indústrias. Recentemente foi atingido por um Tsunami.
4 – grupo de países que tem um crescimento econômico e industrial acima da média mundial.
5 – país que abrange a Ásia Setentrional. Maior país do mundo em extensão.
6 – prática religiosa característica do mundo árabe.
7 – país que mais cresce no mundo atualmente
8 – sistema muito comum na Índia até a década de 1950.

4 “O termo ‘Tigres Asiáticos’ se refere a quatro países da Ásia (Hong Kong, Cingapura, Coreia do Sul e Taiwan), que a partir da década de 1970 alcançaram um acelerado desenvolvimento industrial e econômico. Em razão da agressividade administrativa e da localização desses países, eles receberam tal denominação.
Foram vários os fatores responsáveis pelo desenvolvimento econômico dos Tigres Asiáticos. Implantou-se nestes países um modelo industrial caracterizado como IOE (Industrialização Orientada para a Exportação). Esse modelo econômico é fundamentalmente exportador, dessa forma, sua produção é diversificada e voltada para o mercado de países desenvolvidos, no entanto, o consumo interno não é incentivado, uma vez que os impostos inseridos nos produtos são elevados.”
fonte: http://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/tigres-asiaticos.htm, acesso em: 26/09/2011
O texto nos sugere que
a) os Tigres Asiáticos tem um crescimento econômico médio, onde sua industrialização voltada exclusivamente para o mercado interno.
b) o crescimento econômico e industrial dos Tigres Asiáticos se deu pelo fato de sua produção, além de ser diversificada, é voltada para os países desenvolvidos.
c) o modelo industrial conhecido como IOE (Industrialização Orientada para a Exportação) impulsionou o consumo interno.
d) Os países subdesenvolvidos, como o Brasil e México, são os principais focos da produção industrial dos Tigres Asiáticos, onde estes adquirem boa parte de sua produção.
5 A União Europeia tem como objetivo a eliminação do controle das fronteiras dos países participantes, de modo que permita o livre trânsito de pessoas entre os países; fim das barreiras comerciais, proporcionando uma economia livre e concorrencial; adoção da moeda única em 2002. Esta moeda, hoje, é oficial em 16 dos 27 países da União Europeia. A moeda oficial da UE é o
a) real
b) dólar
c) cruzeiro
d) euro
6 A população asiática está em constante crescimento, apesar da existência de políticas oficiais de controle de natalidade em muitos países como a China, que adotou a norma de um filho por casal no meio urbano e dois no meio rural, caso o primeiro tenha sido menina, e a Índia, que promoveu políticas de conscientização e de planejamento familiar. O efeito dessas políticas é
a) a redução do crescimento demográfico nesses países.
b) o crescimento da população masculina para o trabalho nas indústrias.
c) o aumento do consumo de alimentos nade China, visto que o crescimento demográfico aumentará.
d) o incentivo para que os casais tenham mais filhos, visto que necessita-se aumentar a oferta de mão de obra.
7 Os princípios do hinduísmo favoreceram um sistema de castas que não permitia a mobilidade social. a sociedade era tradicionalmente dividida em camadas chamadas castas. Os integrantes de uma não podiam casar com os de outra. O sistema de castas, apesar de extinto por lei, ainda se mantém vivo na cultura do povo
a) druso
b) chinês
c) muçulmano
d) indiano
8 “(...) Entre o final de 1978 e inicio de 1979, manifestações contra Reza Pahlevi tomaram várias cidades do Irã. A população aclamava o clérigo xiita Ruhollah Khomeine com um imã, quer dizer, como o líder político e religioso dos iranianos (...). Ruhollah Khomeine estava fora do Irã desde 1964, devido sua oposição ao governo dos Pahlevi. Khomeine, na década de 50, tinha recebido o título de aiatolá, ou seja, o "mais alto conhecedor da lei islâmica", o mais importante cargo da hierarquia do clero xiita (...). Nesse processo, a Guarda da Revolução Islâmica (...) tomou o controle da insurreição, iniciando quase que imediatamente a repressão aos líderes não religiosos do movimento (trabalhadores, intelectuais, políticos), instaurando no Irã um Estado teocrático que perdura até os dias de hoje, sob o nome de República Islâmica do Irã.”
fonte: http://educacao.uol.com.br/historia/ira.jhtm, acesso em: 26/09/2011
          

QUESTÕES COMO ESTA É IMPOSSÍVEL ÍTALO RESPONDER
     Explique, com suas palavras, como funciona um Estado Teocrático.         


9 A queda do muro de Berlim (1989), e o fim da União Soviética (1991) significaram o fim da bipolarização política entre os Estados Unidos e a antiga União Soviética (Capitalismo X Socialismo). Dentre as consequências do fim da bipolarização, podemos destacar
a) o fim da propriedade privada nos países socialistas.
b) o fim das economias planificadas (controlada pelo governo) do chamado bloco socialista europeu, passando a ter a livre concorrência.
c) a adesão ao socialismo dos países que adotavam o capitalismo, com forte apoio dos EUA>
d) o início de uma nova influencia política, oriunda dos países em desenvolvimento.
Exemplo atividades de História: Prova HISTÓRIA 9º ano .
1 Na casa do beato Pedro Batista em Santa Brígida, na Bahia, D. Pedro II divide um espaço na parede com Getúlio Vargas. Este exemplo caracteriza um tipo de idealização da figura de mitos que ficaram sedimentados na memória popular. Podemos afirmar que Getúlio Vargas potencializou uma imagem de "pai dos pobres", em grande parte devido
a) as medidas de caráter populista, atraindo as massas trabalhadoras.
b) as medidas revolucionárias introduzidas com a reforma agrária.
c) as restrições econômicas impostas aos industriais brasileiros.
d) as restrições rígidas impostas à burguesia nacional e internacional.

2 Observe a charge:
O documento que a charge mostra, ficou conhecido como
a) Plano Marshall.
b) Plano Collor.
c) Plano Cohen.
d) Plano Comunista.


3 Em 1949 foi fundada em Washington uma organização militar que atualmente congrega países de três continentes. Esta organização militar fez oposição a uma outra que foi criada em 1955 na Polônia e que congregava países socialistas como URSS, Polônia, RDA, Bulgária, Hungria, Romênia e Tchecoslováquia. As organizações militares referidas nos textos são, respectivamente 
a) Pacto de Varsóvia e Comecon
b) Otan e MCC
c) Associação Européia do Livre Comércio e Comecon
d) Otan e Pacto de Varsóvia
4 A bipolarização das nações do globo, após a Segunda Grande Guerra, sob o ponto de vista político e principalmente militar, deu origem ao fenômeno denominado
a) Mercado Comum Europeu e Conselho de Assistência Econômica Mútua.
b) Guerra Fria.
c) Detente.
d) Guerra de Posição.
5 A queda do muro de Berlim (1989), e o fim da União Soviética (1991) significaram o fim da bipolarização política entre os Estados Unidos e a antiga União Soviética (Capitalismo X Socialismo). Dentre as consequências do fim da bipolarização, podemos destacar
a) o fim da propriedade privada nos países socialistas.
b) o fim das economias planificadas (controlada pelo governo) do chamado bloco socialista europeu, passando a ter a livre concorrência.
c) a adesão ao socialismo dos países que adotavam o capitalismo, com forte apoio dos EUA.
d) o início de uma nova influencia política, oriunda dos países em desenvolvimento.
6 O tenentismo foi um movimento empreendido por jovens oficiais militares durante a Primeira
República. Em Foz do Iguaçu, ouve a junção da coluna paulista e da gaúcha, fazendo nascer a famosa
a) Coluna Brasileira.
b) Coluna do Sul.
c) Coluna Vargas.
d) Coluna Prestes.

 7 Construído em 1961, o Muro de Berlim (em alemão Berliner Mauer) foi uma barreira física, construída pela República Democrática Alemã (Alemanha Oriental) durante a Guerra Fria. Sua queda, ocorrida em 1989, dentre outras coisas, significou
a) o fim da Segunda Guerra Mundial.
b) o fim da Guerra Fria.
c) a separação da Alemanha em duas, Alemanha Oriental e Alemanha Ocidental.
d) o fim do Capitalismo
8 O conturbado contexto internacional do período entre guerras refletia-se no Brasil. Duas organizações, ideologicamente antagônicas, surgiram nesse período: a Aliança Nacional Libertadora(ANL) e a Ação Integralista Brasileira(AIB). Relacione a 2ª coluna de acordo com a 1ª, em seguida assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta.
(1) AIB                    
(2) ANL
(   ) Principal organização fascista brasileira.
(   ) O seu lema era “Pão, Terra e Liberdade”.
(   ) O seu líder era Plínio Salgado que admirava Mussolini.
(   ) Defendia o comunismo e era liderado por Luís Carlos Prestes.
(   ) O seu lema era “Deus, Pátria e Família”.
a) 1 – 1 – 2 – 1 – 1.
b) 1 – 2 – 1 – 2 – 1.
c) 2 – 2 – 1 -  1 – 1
d) 1 – 1 – 2 – 2 – 2
9 "... foi um período em que a guerra era improvável, mas a paz era impossível. A paz era impossível porque não havia maneira de conciliar os interesses de capitalistas e comunistas. Um sistema só poderia sobreviver à custa da destruição total do outro. E a guerra era improvável porque os dois blocos tinham acumulado tamanho poder de destruição, que se acontecesse um conflito generalizado seria, com certeza, o último..."
O texto descreve uma problemática que, na história recente da humanidade,
a) identifica as tensões internacionais durante a Revolução Russa.
b) ilustra as relações americano-soviéticas durante a Guerra Fria.
c) caracteriza o panorama mundial durante a Guerra do Golfo Pérsico.
d) revela o perigo da corrida armamentista durante a Revolução Chinesa.

10 No final da década de 1940, os EUA colocaram em prática o Plano Marshall, que tinha como objetivo
a) ajudar economicamente os países capitalistas afetados pela Segunda Guerra Mundial.
b) oferecer ajuda econômica aos países europeus que adotaram o socialismo.
c) obter lucros oriundos de juros autos pagos pelos países que pegaram empréstimos com os EUA.
d) facilitar a entrada de capital nas economias socialistas do leste europeu.
11 Observe a imagem e leia o texto:
“... Este confronto pela supremacia política e ideológica envolvendo as duas superpotências à época, Estados Unidos e União Soviética, ficou marcado pela ausência de uma luta aberta que fizesse uso de armas ou violência. Isto não quer dizer que os armamentos estiveram em segundo plano. Ao contrário, a Guerra Fria incentivou como nunca a pesquisa, e o desenvolvimento de armas. Quase ao mesmo tempo em que um dos dois países lançava um novo armamento, seu adversário logo respondia à altura.”
Fonte: http://www.infoescola.com
 acesso em: 25/09/2012
A Charge e o texto retratam
a) a paz que ocorreu entre Estados Unidos e União Soviética.
b) a corrida armamentista, que era muito lucrativa para a indústria bélica.
c) a falta de incentivo em pesquisas para fabricação de armamentos, tanto por parte dos Estados Unidos, como da União Soviética.
d) que houve conflitos entre as duas superpotências: Estados Unidos e União Soviética.

12 Observe a imagem:
A Charge acima retrata que
a) Vargas era um presidente que defendia a democracia.
b) Vargas tomava atitudes em seu governo de cunho populista, mas não de forma democrática.
c) Getúlio não obteve popularidade com as medidas tomadas em seu governo.
d) Getúlio governou de forma democrática e popular.

13 “A Revolução Constitucionalista de 1932 representa o inconformismo de São Paulo em relação à ditadura de Getúlio Vargas. Podemos dizer que o Brasil teve quase uma guerra civil.”
Fonte: http://educacao.uol.com.br acesso em: 23/09/2012
A sigla MMDC passou a ser o símbolo da revolta de São Paulo devido
a) a um concurso feito por um jornal paulista que escolheu essa sigla diante de várias propostas.
b) a morte de quatro estudantes paulistas pelas forças ditatoriais, onde foi composta com as iniciais de seus nomes.
c) aos nomes líderes dos movimento, cujas iniciais formaram essa sigla.
d) ao bom relacionamento com o governo Vargas dos quatro estudantes mortos por engano.

14 Observe a tabela a seguir:
TAXAS ANUAIS DE CRESCIMENTO (%)
PERIODO
AGRICULURA
INDÚSTRIA
1920-1929
4,1
2,8
1933-1939
1,7
11,2
1939-1945
1,7
5,4
Os crescimentos das indústrias, assumindo uma posição de liderança, substituindo a agricultura, como observaram na tabela acima, se deu, dentre outros fatores,
a) a Grande Depressão, que assolou o mundo nos finais de 1920, e se alongou até a década de 1930.
b) ao fato de o Brasil ter crescido no setor industrial desde a época do Império.
c) aos altos investimentos no setor agrícola.
d) a falta de terras para a expansão da agricultura.

15 Ao final da Segunda Guerra, acentou-se a preocupação com a paz mundial. Em 1945 foi criada a Organização das Nações Unidas (ONU), cujo um de seus objetivos principais é
a) incentivar os países a declarar guerra a outros.
b) preservar a paz e a segurança do mundo
c) incentivar desrespeito aos direitos dos seres humanos.
d) invadir os países inimigos dos EUA.
16 Utilizando super-heróis e líderes norte-americanos, alguns dos filmes dos EUA, que buscam retratar a Guerra Fria, criavam uma luta entre o bem e o mal, no qual o lado do mal era sempre ocupado pelos socialistas. Existiam ainda filmes de espionagem para mostrar a superioridade do país em relação ao seu oponente. 007 foi a personagem mais conhecida.
Isso ocorria por que
a) os Estados Unidos, mesmo respeitando e querendo que o socialismo não acabasse, queria que o mundo adotasse o capitalismo.
b) os capitalistas não tinham interesse e se mostrar superiores, só queriam que o mundo implantasse o capitalismo.
c) o socialismo avançava, acabando com o capitalismo no mundo, como acabou acontecendo.
d) os países capitalistas queriam mostrar sua superioridade, impondo sua ideologia, sobrepondo-se ao socialismo.









Exemplos de atividades: Inglês

Exemplos de atividades: Educação Física


Exemplos de atividades: Educação Artística
Leia o texto e responda as questões de 1 a 6.
Arte rupestre
     Bisões, cavalos, unicórnios, figuras humanas. Há 40 mil anos os seres humanos começava a representar a vida. Foi nessa época que nossos ancestrais passaram a pintar imagens no interior de cavernas ou na superfície de grandes rochas.  As imagens pintadas eram, em geral, figuras de animais, seres humanos, ou traços geométricas (linhas, pontos, círculos). Seus significados são um grande mistério. Mais provável é que estivessem relacionadas uma espécie de crença mística. Com as pinturas podiam estar procurando melhor caça, fertilidade ou proteção para os caçadores.
     As pinturas rupestres tem uma importância fundamental: elas mostram o desenvolvimento cultural de nossos ancestrais. Por meio delas, eles começavam a expressar sentimentos, anseios preocupações de uma forma abstrata. Era uma nova linguagem, a da representação, que começavam a ganhar destaque.
      1-     O texto trata, principalmente,
a)       (  ) animais;
b)       (  )caça;
c)        (  )ser humano;
d)       (  ) pintura.

2-     As pinturas rupestres teve uma grande importância no (a):
a)       (  ) procura melhor da caça e fertilidade;
b)       (  ) proteção dos caçadores da época;
c)        (  ) Imagem de animais e plantas;
d)       (  ) desenvolvimento cultural dos nossos ancestrais.
      3-     Na  expressão “O mais provável é que estivesse relacionada a uma espécie de crença mística” a palavra grifada significa.
a)       (  ) divina;
b)       (  ) mitológica;
c)        (  ) relativa;
d)       (  ) natural

4-       Coloque V (verdadeira) e F (falso).
a)       (  ) As pinturas rupestres não tem nenhuma importância fundamental nas representações dos seres humanos.
b)       (  ) As imagens pintadas tinham grades significados na mitologia grega;
c)        (  ) Há 40 mil anos os seres humanos começavam a representar a vida;
d)       (  ) Por meio das pinturas rupestres, os seres humanos começavam a expressar sentimentos, anseios e preocupações.
5-       Complete as frases abaixo:
a)       Com ____________________, podiam estar _______________ melhor ____________,
_______________ ou proteção ___________________.
b)       Era uma ________________, a da  _______________, que começava a _____________ destaque.

6-       Todas as opções estão corretas as imagens pintadas pelos nossos ancestrais, exceto.
a)       (  ) animais;
b)       (  ) seres humanos;
c)        (  ) traços geométricos;
d)       (  ) plantas.

  Leia o texto e responda as questões de 7 a 10.
Carnaval
    O carnaval pode ser considerado como a mais popular das festas brasileiras, mas alguns historiadores dizem que a sua origem se deu a 10.000 anos a.C., na Europa ou Egito, não se sabe ao certo.
    Na época do Brasil – Colônia e no Império, o Carnaval era uma mistura de cantos e danças africanas com uma festa portuguesa chamada Entrudo. A brincadeira consistia em dar banhos de água perfumada nas pessoas com limões de cheiro, seringas e bisnagas. Uma ordem do prefeito do Rio de Janeiro, Pereira Passos, proibiu o Entrudo, por gerar muitos conflitos nas ruas.
    Na virada do século XIX, o Carnaval começa a ganhar as características atuais, tornando-se um importante aspecto da vida de algumas cidades brasileiras. Surgem os bailes de mascaras, nos clubes, e intensifica-se o Carnaval de rua com os blocos e cordões.
7-       Na expressão “Na virada do século XIX, o carnaval começa a ganhar as características atuais” o século citado corresponde ao ano.
a)       (  ) 2000     b)  (  ) 1900           c)    (  ) 1800                  d) (  ) 1500
       8-       O carnaval era uma mistura de cantos e danças africanas com uma festa portuguesa chamada ‘’’Entrudo’’, o sinônimo da palavra carnaval é:
a)       Mistura ;
b)       Entrudo ;
c)        Cantos;
d)       Danças;

       9-       Coloque (V) verdadeiro e (F) falso :
a)       O carnaval consistia em dar banhos de água perfumada nas pessoas com limões – de – cheiro , seringas e bisnagas .
b)       O carnaval começa a ganhar características atuais , no século XIX ;
c)        Os historiadores dizem que a origem do carnaval se deu na África ;
d)       Uma ordem do prefeito do Rio de Janeiro , Pereira Passos , permitiu  entrudo , por gerar muitos conflitos .

    10-    O carnaval até os dias atuais e considerado como a :
a)       Mistura de cantos ;
b)       Mistura de danças
c)        Festa popular ;
d)       Baile de máscara





Exemplos de atividades: Matemática
    

MUITO IMPORTANTE CONSIDERAR- Todas as atividades prevista do livro didático e ou elaborada pelo professor ESTAS deverão ser adaptadas/digitadas (sempre objetivas, com 2,3,4 ou mais alternativas),para que o cuidador possa adiantar a atividade com o aluno.Quanto aos resumos de textos e ou capítulos de livros,sugerimos que tenha questões norteadora para que a cuidadora possa fazer a varredura(leitura com ÍTALO),e identificando os aspectos que o professor quer que seja dado ênfase  ao resumo,que será xerocada ,recortada e montado o resumo de acordo as coordenadas que o aluno der,CONSIDERANDO A PROPOSTA DO PROFESSOR.


CUIDADOR?
 Que seguem integralmente o conceito e filosofia de trabalho, todas com perfil e vocação para cuidar e se relacionar com crianças (nanny) e suas mães (mommy) de forma segura e confiável, em nível de qualidade superior que nos destaca no mercado.
Auxílio e assistência em:
        . higiene pessoal
        . leitura e conversação.
        . estimulação sensorial e física.
        . motivação da autoestima
        . controle de horário e administração de medicação*
        . alzheimer, parkinson, avc, paralisias e outras limitações neurológicas ou físicas*
        . diabetes, pressão, etc.*
        . curativos comuns e complexos*
        . recuperação cirúrgica em geral e pós-parto*
        . locomoção física
        . tarefas domésticas leves e preparação rápida de refeição destinada exclusivamente ao assistido



 Resultado de imagem para cerebro pessoa com paralisia cerebral